OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 98876-8488 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,204 Arapiraca, AL 26ºC Tempo nublado
Notícias
14/05/2024 17:26
Geral

Escritora Alice Munro, vencedora do Nobel de literatura, morre aos 92 anos

Ela ganhou o Nobel de literatura em 2013 e foi classificada como "mestra do conto contemporâneo" pela Academia Sueca
Escritora canadense Alice Munro / Foto: Julien Behal - PA Images/PA Images via Getty Images
Redação com Terra

A escritora canadense Alice Munro, vencedora do prêmio Nobel de Literatura, morre aos 92 anos. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 14, por sua editora. Segundo Kristin Cochrane, CEO da McClelland & Stewart, Alice faleceu em casa em Ontário, no Canadá.

 

"A escrita de Alice inspirou inúmeros escritores... e seu trabalho deixa uma marca indelével em nosso cenário literário", disse Kristin em comunicado.

 

Segundo o Globe and Mail, a autora estava com a saúde frágil e sofria de demência há pelo menos uma década. Citando familiares, o jornal afirmou que ela morreu na segunda-feira, 13. A causa da morte não foi divulgada.

Alice ganhou o Nobel de literatura em 2013. Na ocasião, a canadense foi classificada pela Academia Sueca, que distribui os prêmios, como "mestra do conto contemporâneo". Além do Nobel, ela conquistou o prestigioso Man Brooker Internacional Prize em 2009.

Ela era considerada uma das principais escritoras da atualidade em língua inglesa. Dentre seus livros, destacam-se obras como Vidas de Meninas e Mulheres (1971), As Luas de Júpiter (1982), Amizade, Namoro, Amor, Casamento (2001), A Vista de Castle Rock e Ódio (2006), Vida Querida (2012) e Fugitiva (2014).

Em suas histórias, Alice explorava sexo, saudade, descontentamento, envelhecimento, conflito moral e outros temas em ambientes rurais com os quais ela estava intimamente familiarizada: cidades e fazendas em Ontário, onde morava. A escritora era especialista em desenvolver personagens complexos, essencialmente mulheres, nas páginas limitadas de um conto.

A autora era frequentemente comparada a Anton Chekhov, autor russo do século XIX, considerado um dos maiores contistas de todos os tempos.

Quem era Alice Munro

Nascida em 10 de julho de 1931 em Wingham, Ontário, Munro cresceu no campo. Seu pai, Robert Eric Laidlaw, criava raposas e aves, enquanto sua mãe era professora em uma cidade pequena.

 

Com apenas 11 anos, decidiu que queria ser escritora, e nunca hesitou em sua escolha profissional. "Penso que talvez fiz sucesso fazendo isto porque não tinha nenhum outro talento", explicou certa vez em uma entrevista.

O primeiro livro de Munro, Dimensões de uma Sombra, foi publicado em 1950, enquanto era estudante na Universidade de Western Ontario.

Em 1951, a autora se casou com James Munro e se mudou para Vancouver, no Canadá. Eles tiveram quatro filhos juntos. Em 1963, a família se mudou para Victoria e abriu a livraria Munro's Books, local que ganhou fama no Canadá e nos Estados Unidos. Alice se divorciou em 1972 e se instalou como "escritora residente" na Universidade de Western Ontario.

Em 1976, ela se casou com o geógrafo Gerald Fremlin e passaram a viver em sua província de origem. Ele faleceu em 2013.

Apesar de seu grande sucesso e de uma impressionante lista de prêmios literários, durante muito tempo ela viveu da mesma forma simples e modesta de seus personagens de ficção.

"Ela não é uma pessoa da alta sociedade. De fato, raramente é vista em público e não faz turnês de promoção de livros", comentou o crítico literário americano David Homel, depois que Munro alcançou fama mundial. 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Geral