OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,452 Arapiraca, AL 29ºC Tempo nublado

Notícias

16/09/2020 09:35
Saúde
Secretário da Saúde reitera importância da doação de órgãos em Alagoas
Fila de espera conta com 234 alagoanos aguardando transplantes de córnea, 141 renal e dois de coração
Secretário Alexandre Ayres destaca que até o final do ano Alagoas estará realizando transplantes de fígado / Foto: Igor Nascimento
Agência Alagoas

 Reduzir as filas de pessoas que aguardam um transplante e contribuir, diretamente, com o fortalecimento da Campanha Setembro Verde, estão entre as intenções do secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, ao alertar a população sobre a importância da doação de órgãos. Atualmente, 377 alagoanos estão na fila de espera por um transplante.

Em um vídeo divulgado em seu perfil no Instagram e nas redes sociais da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o gestor da Saúde esteve ao lado da coordenadora da Central de Transplantes de Alagoas, Daniela Ramos, para trazer alguns dados sobre transplantados e como a população pode se engajar na campanha e salvar vidas.

“Para que vocês tenham uma ideia, 234 alagoanos estão na fila à espera de um transplante de córnea, 141 pessoas que residem em nosso Estado aguardam doadores de rins, e dois alagoanos necessitam de doadores de coração. Este trabalho depende muito da conscientização da população, e que as famílias direcionem esse olhar solidário para uma causa tão importante que é o transplante de órgãos”, destaca o secretário Alexandre Ayres.

Segundo a coordenadora da Central de Transplantes, a doação de órgãos se tornou ainda mais desafiadora em decorrência da pandemia da Covid-19. No entanto, este trabalho está sendo retomado em Alagoas. “Lamentavelmente, muitas pessoas perderam suas vidas por conta da covid-19 e muitas continuam perdendo as suas vidas nas filas de transplante de órgãos. É sempre válido destacar que, para ser um doador, basta comunicar a sua decisão para a família. Diferentemente do que ocorria em um passado recente, não é mais necessário declarar na Carteira de Identidade que se é doador”, lembra a coordenadora.

Ainda no vídeo divulgado nas redes sociais, o secretário Alexandre Ayres informou que até o final deste ano, o Estado passará a realizar o transplante de fígado. “Antes da pandemia da covid-19, constava em nosso cronograma de ações na Secretaria de Estado da Saúde, a realização do transplante de fígado. Temporariamente, tivemos que suspender esta iniciativa que estávamos prestes a colocar em prática por causa do enfrentamento ao novo coronavírus. No entanto, seguimos atuando para que, até o final deste ano, o transplante de fígado se torne uma realidade em nosso Estado”, finalizou o secretário.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Saúde