OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 98876-8488 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,586 Arapiraca, AL 17ºC Tempo limpo
Notícias
21/11/2023 09:41
Justiça

Mês do Júri: 39 sessões são pautadas na semana de 21 a 24 de novembro

Serão realizados nove julgamentos em Maceió e 30 no interior
/ Foto: Arte: Dicom TJAL
Redação com Assessoria

O Poder Judiciário de Alagoas promove 39 sessões de júri popular entre terça (21) e sexta-feira (24). Serão realizados nove julgamentos em Maceió e 30 no interior. A força-tarefa faz parte do Mês Nacional do Júri, mutirão instituído pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em todo o Brasil.

Além da Capital, serão realizadas sessões nas comarcas de Arapiraca, Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, São Miguel dos Campos, Colônia de Leopoldina, Murici, Olho D’água das Flores, Pão de Açúcar, Rio Largo, Campo Alegre, Pilar, Quebrangulo, São José da Laje, Teotônio Vilela, Coruripe, Boca da Mata, Feira Grande, Igreja Nova, Joaquim Gomes, Maragogi, Matriz de Camaragibe, Paripueira, São José da Tapera e Santa Luzia do Norte.

Assassinato e decapitação em presídio

Na quarta-feira (22), a partir das 8h, a 7ª Vara Criminal de Maceió levará a júri mais um grupo de acusados de participarem do homicídio qualificado de Carlos Júnior dos Santos na Casa de Custódia, em 2017.

Seis réus já foram condenados pelo crime e mais três serão julgados nesta semana, Davi Peixoto da Silva, Everton Ítalo da Silva Santos e José Aldo da Silva.

De acordo com os autos, o crime teria sido premeditado e motivado por rivalidade entre facções criminosas. Carlos dos Santos teve seu coração arrancado do corpo e a cabeça introduzida no abdômen.


Assassinato após suposta tentativa de abuso

Os jurados da Vara do Único Ofício de Santa Luzia do Norte vão julgar, na próxima sexta (24), a partir das 8h, a ré Maria Tereza da Conceição, acusada de matar José Ailton Pereira dos Santos.

Consta nos autos que a ré confessou a autoria do crime, mas afirmou que agiu em legítima defesa depois da vítima tentar manter relações sexuais com ela a força e agredi-la na frente da filha. Durante o interrogatório, a acusada ainda declarou que a vítima ficava violenta quando ingeria bebidas alcoólicas.

A pauta do Mês do Júri pode ser conferida aqui. A força-tarefa foi instituída pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e envolve os Tribunais de Justiça de todo país. O objetivo é concentrar esforços a fim de julgar processos que envolvam crimes contra a vida.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Justiça
KTO
KTO