OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,389 Arapiraca, 31ºC Chuvas esparsas

Notícias

21/01/2020 11:11
Saúde
Três mil pacientes cadastrados recebem medicamentos de alto custo em suas residências
Meta da Sesau é atender 8 mil moradores de Maceió; iniciativa contempla usuários do Componente Especializado em Assistência Farmacêutica (Ceaf)
O paciente Waldir Gracek diz que o Remédio em Casa é essencial para a sua segurança e conforto / Foto: Carla Cleto
Agência Alagoas

 Com três mil inscritos, o Programa Remédio em Casa, lançado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) no dia 30 de agosto do ano passado, entrega medicamentos de alto custo nas residências dos pacientes cadastrados. A iniciativa tem como meta atender oito mil pessoas em Maceió.

O programa é destinado a usuários do Componente Especializado em Assistência Farmacêutica (Ceaf), com 80 anos ou mais, pessoas com transtornos mentais, deficiência física, esclerose múltipla, síndrome congênita, acamados e transplantados.

De acordo com o gerente do Ceaf, Yuri Amaral, os remédios são entregues por uma equipe formada por motociclistas, devidamente treinados. Diariamente, eles recebem um mapa com rota a ser cumprida, que especifica o nome do paciente, a patologia que ele possui e o endereço do usuário cadastrado no programa Remédio em Casa.

“Todos os dias cada um deles faz a entrega de medicamentos de alto custo a 90 usuários cadastrados”, destacou Yuri. O gerente explicou que cada paciente é cadastrado para receber os medicamentos por três meses.

“Quando o paciente recebe os remédios referentes ao segundo mês, já são entregues os documentos para renovação, que devem ser preenchidos pelo médico que o acompanha. No terceiro mês, a documentação é recolhida pelo motociclista, assegurando a continuidade do recebimento”, explica.

O programa realiza diariamente a entrega de 99 tipos de medicamentos diferentes. Para o metalúrgico aposentado, Waldir Gracek, de 67 anos, residente no bairro Santa Amélia, a iniciativa foi essencial para a sua segurança e conforto.

Afligido por problemas renais crônicos, ele relatou que possui sérias dificuldades de locomoção e se cadastrou no programa há três meses. “Tenho recebido os remédios sem problemas, assim, posso ficar mais tranquilo, sem precisar me deslocar até a central, o que para mim era muito difícil”, destacou.

Já a senhora Márcia da Silva cadastrou-se no programa há quatro meses para receber os medicamentos referentes a uma doença autoimune crônica. Ela garante que tem recebido os seus remédios sempre no prazo correto.

“Eu e minha mãe, que também é cadastrada no programa, recebemos nossos medicamentos em casa. O programa foi muito importante para nossa saúde, evitando deslocamentos muitas vezes demorados e custosos”, reforçou.

Para o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, os serviços públicos estão cada vez mais próximos do cidadão alagoano. “O Remédio em Casa já chega para três mil pessoas. Temos como meta entregar medicamentos de alto custo a oito mil pessoas na capital”, destaca o gestor da Saúde Alagoas.

Cadastro – Para se cadastrar no Remédio em Casa, é necessário um laudo médico atestando a dificuldade e a receita do medicamento, comparecendo à sede do Ceaf em Maceió ou pelo telefone 3315-1829. O órgão, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30, está situado à Rua Oldemburgo Paranhos, antiga Rua Goiás, no bairro Farol. Para obter mais informações, é necessário ligar para os telefones 3315 6109 e 3315 6110.

 


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Saúde