OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,082 Arapiraca, 18ºC Tempo nublado

Editorias

07/06/2019 10:02
Meio Ambiente
Jovem ativista que falta aula toda 6ª para protestar ganha prêmio
Adolescente ativista Greta Thunberg e movimento 'Fridays for Future' recebem prêmio de Embaixadores da Consciência, da Anistia Internacional
Greta tem 16 anos e, desde agosto de 2018, protesta em frente ao parlamento sueco, em Estocolmo, exigindo medidas contra as mudanças climáticas / Foto: TT News Agency/Hanna Franzen via Reuters

 A ativista pelo clima Greta Thunberg e o movimento pelo meio ambiente 'Fridays For Future' foram premiados com o título de Embaixadores da Consciência 2019 pela organização de direitos humanos Anistia Internacional.

Greta tem 16 anos e, desde agosto de 2018, falta às aulas todas as sextas-feiras para protestar em frente ao parlamento sueco, em Estocolmo, e exigir medidas concretas dos políticos contra as mudanças climáticas e o aquecimento global.

A iniciativa tem inspirado movimentos semelhantes em todo o mundo e já teve protestos até no Brasil.

O prêmio foi criado em 2002 para reconhecer pessoas e grupos que promovem os direitos humanos, confrontando injustiças e inspirando outras pessoas.

A adolescente entra na galeria de personalidades premiadas ao lado de Nelson Mandela e Malala Yousafzai.

Em um vídeo publicado em sua conta no Instagram (veja abaixo), Greta disse que o prêmio era de todas as crianças que fazem greve pelo clima.

"Este não é o meu prêmio, este é o prêmio de todo mundo. Ele não seria possível sem a greve de todos, todas as sextas, por causa da crise climática", diz Greta.

“Agir em sua consciência significa que você luta pelo que acha que é certo. Acho que todos aqueles que fazem parte desse movimento estão fazendo isso, porque temos o dever de tentar melhorar o mundo. A flagrante injustiça que todos nós precisamos combater é que as pessoas no sul do planeta são aquelas que são e serão as mais afetadas pela mudança climática enquanto são as menos responsáveis ??por causá-la ”, afirmou Greta.

De acordo com Kumi Naidoo, secretária-geral da Anistia Internacional, o prêmio é para celebrar pessoas que tenham uma liderança única e a coragem de lutar pelos direitos humanos.

"Não consigo pensar em ninguém melhor que Greta Thunberg e o movimento 'Fridays for Future' para receberem este prêmio", diz Naidoo.

Na última manifestação global pelo clima, em 24 de maio, mais de 1 milhão de jovens em todo o mundo foram às ruas pedindo ações concretas pelo clima, de acordo com a Anistia Internacional.

As manifestações foram realizadas em mais de 100 países, incluindo Austrália, Brasil, Índia, Nigéria, Paquistão, Reino Unido, Alemanha, Japão, Filipinas e Uganda.

Greta já foi indicada ao Nobel da Paz e neste ano venceu a primeira edição do Prix Liberté, ou Prêmio Liberdade. Na época, ela anunciou a doação dos cerca R$ 108 mil que ganhou a quatro organizações dedicadas à luta contra as mudanças climáticas: Care, Greenpeace, Adaptation Fund e 350.org.

Fonte: G1


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Meio Ambiente