OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-9672-7222 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 3,129 Arapiraca, 34ºC Parcialmente nublado

Editorias

09/01/2017 07:30
Polícia
Rinha de galo termina em troca de tiros e um ferido
Homem participava de uma rinha de galo. Sete pessoas, entre eles um adolescente, foram levados para a delegacia.
/ Foto: Ilustração

 Um suspeito de participar de uma rinha de galo foi baleado em uma troca de tiros com policiais do 8º Batalhão durante uma abordagem na noite do domingo (8), no Conjunto Mutirão, centro da cidade de Rio Largo, região Metropolitana de Maceió. Sete pessoas, entre eles um adolescente, foram levados para a Central de Flagrantes I.

De acordo com o Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), policiais do 8º Batalhão foram recebidos a tiros ao se aproximar do local. José Marcos dos Santos Vieira, 29, foi baleado no tórax. Ele foi socorrido para uma unidade de saúde da cidade e depois para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Segundo a polícia foram apreendidos um revólver calibre 38 com uma munição pinada e dois galos de raça. Os envolvidos foram identificados como Alberto Pereira da Silva, 23, José Marcos de Santana Marques, 35, Jeferson Lucas Martins dos Santos Freitas, 20, Cícero Alves de Lima, 21, Josenaldo Alves de Lima, 20, José Claudeir Tenório da Silva, 20, e um adolescente de 15 anos.

As rinhas de galos foram amplamente praticadas no Brasil, durante muito anos. Acabaram sendo proibidas em 1934, no governo de Getúlio Vargas. Em 1941, passaram a figurar como contravenção penal.

Em 1961, durante o governo de Jânio Quadros, as brigas de galos de forma geral foram proibidas por meio do Decreto nº 550.620/61.

fonte: G1 AL


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia