OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 5,293 Arapiraca, AL 19ºC Tempo nublado

Notícias

05/07/2021 08:19
Ciência
Astronautas da China fazem 1ª caminhada espacial desde 2008
Dois tripulantes da estação Tiangong saíram ao espaço por sete horas; Missão ainda prevê uma segunda saída da espaçonave
/ Foto: REPRODUÇÃO / CCTV VIA AFP - 4.7.2021

Dois astronautas chineses completaram com sucesso neste domingo (4) a primeira caminhada espacial fora da nova estação da China, que está em órbita ao redor da Terra desde o fim de abril. A tripulação foi enviada ao espaço em junho para ocupar a Tiangong (Palácio Celestial), onde devem permanecer por três meses.

Eles saíram da cabine principal na manhã deste domingo para uma caminhada que durou cerca de sete horas, segundo informou a Agência Espacial da China.

"O retorno a salvo dos astronautas Liu Boming e Tang Hongbo ao módulo central Tianhe marca o completo sucesso da primeira caminhada da estação espacial do nosso país", disse um comunicado divulgado pela agência.

A missão deles consistia em erguer a câmera panorâmica que fica fora do módulo central da Tianhe, além de verificar a capacidade de movimentação do braço robótico que usarão para transferir os módulos ao redor da estação, segundo a imprensa estatal.

"Oh, é tão bonito aqui fora", disse Liu, em um vídeo filmado enquanto deixava a cabine.

As imagens da televisão estatal mostraram os dois astronautas vestindo os trajes e também enquanto realizavam avaliações médicas na preparação para a caminhada espacial.

Depois disso, eles apareceram na porta da cabine e saindo do módulo, na primeira das duas caminhadas previstas para a missão, cada uma delas com seis a sete horas de duração.

Essa é a primeira vez desde 2008 que astronautas chineses saem de sua nave no espaço. Naquela ocasião, o comandante Zhai Zhigang transformou seu país no terceiro do mundo a realizar uma caminhada espacial, depois da União Soviética e dos EUA.

Essa primeira missão tripulada chinesa em quase cinco anos é uma questão de muito prestígio para o país, que comemora este mês o centenário de fundação do Partido Comunista Chinês, com uma imensa campanha de propaganda.

Onze lançamentos previstos

Os tripulantes foram submetidos a mais de 6 mil horas de treinamentos antes da missão.

A Agência Espacial da China tem previsão de realizar 11 lançamentos até o fim do ano que vem, três deles tripulados, que devem entregar dois módulos de laboratórios para expandir a estação, além de transportar mantimentos para os tripulantes em órbita.

O comandante da missão é Nie Haisheng, um piloto condecorado da força aérea do Exército Popular de Libertação, que já participou de outras duas missões espaciais.

Neste domingo, a televisão estatal mostrou imagens da vida diária dos astronautas em Tiangong, incluindo cenas de exercício em bicicleta e esteira.

Também foi possível ver um membro da tripulação comendo usando palitos e outro andando com as mãos e dando uma pirueta.

A missão tem recebido muita atenção nas redes sociais do país, e a hashtag sobre a caminhada espacial teve cerca de 200 milhões de visualizações na plataforma chinesa Weibo, que é o equivalente no país do Twitter.

"Quanto me emociona cada sucesso, não tenho palavras", escreveu um usuário.

O presidente Xi Jinping afirmou que a construção da primeira estação chinesa abre "novos horizontes" para a humanidade na exploração espacial.

O interesse chinês de ter sua própria base tripulada na órbita terrestre foi impulsionado em parte pela negativa norte-americana de lhes dar acesso à Estação Espacial Internacional (ISS), que é administrada em colaboração pelos EUA, Rússia, Canadá, Europa e Japão.

A ISS deve ser retirada de órbita em 2024, mas a Nasa já disse que ela ainda pode seguir em utilização até depois de 2028.

A estação chinesa Tiangong tem uma expectativa de vida de pelo menos 10 anos. A China disse que estará aberta, no futuro, a uma eventual colaboração internacional.

Fonte: R7


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Ciência