OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,142 Arapiraca, 33ºC Ensolarado com muitas nuvens

Notícias

09/08/2019 16:02
Saúde
Hospital de Emergência do Agreste implanta Serviço de Hemodiálise
Além de duas máquinas de diálise, foram instaladas duas de osmose
/ Foto: Divulgação
Redação com assessoria

 Assim como o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, o Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca, conta agora com um Serviço de Hemodiálise para atender exclusivamente os pacientes com traumas e politraumas. Por meio do novo serviço, a unidade reforça sua autonomia para promover a recuperação mais rápida e com qualidade dos usuários de 46 municípios do Agreste, Sertão e Baixo São Francisco.

(Equipamentos de última geração irão qualificar assistência a pacientes politraumatizados_FOTO_ Davi Salsa)

Vinculado à rede de hospitais públicos mantidos pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o Serviço de Hemodiálise conta com quatro equipamentos, sendo dois de diálise e dois de osmose. A estrutura foi instalada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e no Setor de Internação.

(Médico Warlysson Tenório diz que Serviço de Hemodiálise vai atender pacientes que sofreram choques pós-sangramento_FOTO_Davi Salsa)

Antes do funcionamento, a gerente-geral do Hospital de Emergência do Agreste, médica Regiluce Santos, garantiu a presença da enfermeira Andréa Loureiro, representante da indústria fabricante dos aparelhos, para a realização de treinamento com a equipe do hospital, incluindo também o coordenador do Serviço de Hemodiálise, enfermeiro Andervan Leão.

Durante a capacitação, Andréa Loureiro explicou que os equipamentos são os mais modernos disponíveis atualmente no mercado. Com a implantação do serviço, os acidentados graves, que tiverem problemas renais, não mais serão deslocados para hospitais contratualizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O nefrologista do Hospital de Emergência do Agreste, Warlysson Tenório, disse que a implantação dos equipamentos de osmose e diálise se encaixa, perfeitamente, para os casos dos pacientes que apresentam politraumas e choques pós-sangramento com risco de infecção generalizada. 

(Serviço de Homodiálise conta com quatro equipamentos,sendo dois de diálise e dois de osmose - Foto Davi Salsa) 

Ainda de acordo com o médico, os rins são muito agredidos, nesses casos, e o prognóstico do paciente piora consideravelmente, ficando muito dependente da hemodiálise para que o quadro seja invertido. “A partir de agora, o hospital terá o suporte necessário para o reforço no tratamento, melhora e restabelecimento mais rápido da saúde dos pacientes”, destacou Warlysson Tenório.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Saúde