OUÇA AO VIVO A 96FM
(82) 9-8225-0863 Whatsapp Diário Arapiraca
Dólar hoje R$ 4,148 Arapiraca, 19ºC Parcialmente nublado

Editorias

23/05/2019 09:15
Polícia
Operação em Batalha: "Paulinho" e João são presos acusados de homicídio e outros crimes
Homicídio aconteceu em março deste ano; com um dos acusados a polícia encontrou armas, munições e celulares
Com a prisão deles, o delegado regional acredita que inúmeros outros crimes devem ser esclarecidos / Foto: PC/AL
Laís Pita com Assessoria

Após cerca de três meses de investigação pela equipe da Polícia Civil da Delegacia Regional de Batalha (3ª DRP), comandada pelo delegado Rômulo Monteiro, uma operação policial foi realizada nessa quarta-feira (22) na cidade de Batalha.

Duas duas pessoas por praticar homicídio e outros crimes no município sertanejo. João Marcos Pereira Santos, 26 anos, e Paulo César dos Santos, 28, conhecido como ‘Paulinho”, ambos residentes no bairro Santa Luzia.

“Diante de crimes de homicídios e roubos a fazendas, há cerca de três meses, uma quadrilha estava sendo investigada. Os dois são as pessoas investigadas por homicídio e outros crimes na região e após levantamento pela equipe da PC das residências dos acusados, no Povoado Castelo e Funil, no bairro Santa Luzia, em Batalha, foi deflagrada a operação”, esclareceu o delegado Rômulo Monteiro.

Os mandados de busca e apreensão e prisão foram expedidos pela  juiza Marcella Pontes Garcia, da Comarca de Major Isidoro, após representação solicitada pelo delegado Rômulo Monteiro, em função das investigações desenvolvidas pela equipe da 3ª DRP.

Segundo a equipe da Polícia Civil da Regional, Paulo e João Marcos são os responsáveis pelo crime de homicídio que vitimou Edmilton José dos Santos, ocorrido no Povoado Bacural, na zona rural de Jaramataia, no Sertão alagoano, no dia 24 de março deste ano.

Durante a ação policial, foi encontrado com Paulo uma pistola da marca Taurus, calibre 380, com dois carregadores; um revólver Taurus calibre 38, e 28 munições intactas, além de vários celulares.

Com a prisão deles, o delegado regional acredita que inúmeros outros crimes devem ser esclarecidos.


Link da página:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia